A Raposa e o Corvo

crow@2x

O Corvo apanhou um queijo, e com ele fugindo, se pousou sobre uma arvore. Viu-o a Raposa, e desejou de lhe comer o seu queijo: e pondo-se ao pé da arvore, começou a dizer ao Corvo: Por certo que és formoso e gentil homem, e poucos pássaros ha que te ganhem. Tu és bem disposto e mui galante; se acertaras de saber cantar, nenhuma ave se comparara contigo. Soberbo o Corvo destes gabos, e desejando de lhe parecer bem, levanta o pescoço para cantar; porém abrindo a boca caiu-lhe o queijo. A Raposa o tomou e foi-se, ficando o Corvo faminto e corrido da sua própria ignorância.

Fábulas de Esopo por Esopo, traduzido por Manuel Mendes da Vidigueira




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>