A Mosca e a Formiga

ant@2x

Entre a Mosca e Formiga houve grande altercação sobre pontos de honra. Dizia a Mosca: Eu sou nobre, vivo livre, ando por onde quero, como viandas preciosas, e assento-me à mesa com o Rei, e dou beijo nas mais formosas damas. Tu mal-aventurada, sempre andas trabalhando. Respondeu a Formiga: Tu és douda ociosa. Se pousas uma vez em prato de bom manjar, mil vezes comes sujidades e imundícies aborrecidas de todos; se te pões no rosto da dama ou á mesa com o Rei, não é por sua vontade, senão porque tu és enfadonha e inoportuna.

Fábulas de Esopo por Esopo, traduzido por Manuel Mendes da Vidigueira




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>